sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Fechamento Julho/2019 - Patrimônio de R$ 250k

É impressão minha ou julho é um mês longo? Tem 31 dias e não há feriado!!! Ôh saudade do tempo de estudante quando era possível tirar férias de 15 dias no meio do ano e mais uns 45 dias no final/início do ano hahaha. Bem, esse privilégio de tirar muitos dias de férias não tenho faz algum tempo. Quem mandou não seguir carreira política ou ser membro do judiciário. Falando em política... só me lembro da aprovação da reforma da previdência aprovada no primeiro turno na Câmara dos Deputados; que o filho do Bolsonaro sabe fritar hambúrguer, logo pode ser embaixador; e da confusão dos hackers x Moro. Eita memória curta.

Vamos ao fechamento de julho/2019.

Parte I - Renda Fixa
Composição da carteira


Aporte no mês: compra de um título IPCA+2045
Rentabilidade carteira Renda Fixa no mês: 1,01%
Rentabilidade do CDI no mês: 0,57%
Rentabilidade da carteira desde julho/2017: 25,09%
Rentabilidade do CDI desde julho/2017: 15,68%


Conclusão: Em 2019 não realizei novos aportes em títulos privados, sendo os mesmos direcionados para o Tesouro Direto. Em julho, venceu um CDB com prazo de dois anos que rendeu 0,54% a.m. líquido. CDB resgatado e compra efetuada em TD IPCA+2035. Além disso, mensalmente faço compra de um título IPCA+2045 com foco na aposentadoria.

Parte II - Ações
Após dois anos em carteira, encerrei posição em CRFB3 com lucro de 54%. A empresa está longe de ser ruim (tem uma boa geração de caixa e praticamente sem dívida). Entretanto, vejo a empresa muito dependente do Atacadão e dos serviços financeiros, enquanto isso o Carrefour não consegue crescer. E por fim a empresa atua no setor varejista, onde a margem líquida é muito baixa, ficando entre 2 e 3%.

Com a venda de Carrefour, abri posição em ENBR3, a qual atua no setor de energia (geração, transmissão, distribuição e comercialização). Atualmente a empresa está investindo em transmissão o que pode trazer um ótimo retorno para o acionista no longo prazo. Possui dívida moderada de 2x Dív.Líq./EBITDA, receita líquida crescente desde 2016 e margem líquida em torno de 10%. Empresa focada em crescimento, mas ainda distribui proventos.

Além disso, aumentei posição em Bradesco, Itausa e Engie. Houve mudança no ticker da Estácio de ESTC3 para YDUQ3.

Composição da carteira com cotação de 02/08/19.

Rentabilidade da carteira Renda Variável no mês: 1,78%
Rentabilidade do IBOV no mês: 0,84%
Rentabilidade da carteira desde junho/2017: 52,01%
Rentabilidade do IBOV desde junho/2017: 62,35%



Conclusão:
Mico do mês foi para BBDC3 -6,47% e ODPV3 com -4,16%
Destaque para CIEL3 com valorização de 7,74% e EGIE3 com valorização de 11,04%

Parte III – Carteira consolidada
Rentabilidade da carteira no mês: 1,33%
Rentabilidade da carteira desde junho/2017: 26,73%
Carteira dividida em: 40,60% RV e 59,40% RF


Conclusão:
Patrimônio total em julho atingiu pela primeira vez a marca de R$ 250.000. Com aportes mensais e com objetivo de atingir liberdade financeira, sigo em frente. Como diz o ditado: de grão em grão a galinha enche o papo.

That's all folks!!

Link para download da planilha: https://sites.google.com/view/dlombelloplanilhas

Fechamento junho/2020 - mês de boa!